Escândalo no Facebook: empresa é acusada de vazamento de dados para gigantes da tecnologia

Este definitivamene não foi um bom ano para o Facebook e demais redes sociais. Nesta última quarta-feira (19/12) o New York Times divulgou uma reportagem que fala que a rede social de Mark Zuckerberg deu para gigantes digitais como Microsoft, Amazon, Spotify e Netflix acesso aos dados de usuários. Mais de 150 empresas de diversos ramos, a maioria do setor de tecnologia, tiveram acesso à informações pessoais dos usuários sem o consentimento deles.

glen-carrie-773789-unsplash

O Bing (plataforma de busca da Microsoft) e o Yahoo, puderam ver os nomes de todos os amigos dos usuários do Facebook. A Netflix e o Spotify tiveram – pasmem – acesso às conversas privadas. Segundo o NYT os contratos mais antigos datavam de 2010, ou seja, o Facebook passou quase uma década compartilhando informações que deveriam ser privadas. A gente já tinha falado aqui que a privacidade dos usuários tem sido colocada em cheque nas redes sociais e internet de modo geral.

Diante de tudo isso, algumas empresas negaram ter usado os dados e o Facebook negou ter violado qualquer contrato de privacidade. O diretor de privacidade da empresa, Steve Satterfield, ainda afirmou saber que eles precisam “conquistar a segurança das pessoas de volta”.

Como o Facebook obtém esses dados?
A rede social faz do usuário seu produto. Ela é rentável porque coleta dados dos clientes e os vende para empresas de publicidade. As empresas de publicidade usam esses dados para atingir um público restrito e direcionado ao produto que estão promovendo. A coleta de dados começa a partir do momento de cadastro do usuário, com suas informações pessoais e continua com as conexões feitas entre eles e as demais interações.

william-iven-19844-unsplashPor que o compartilhamento de dados é algo perigoso?
Não sei se você lembra, mas não muito tempo atrás Mark Zuckerberg estava envolvido em outro escândalo. A empresa de consultoria política Cambridge Analytica conseguiu, de maneira muito “estranha”, acesso aos dados de 87 milhões de usuários do Facebook e usou essas informações em campanhas políticas como o plebiscito do Brexit (saída da Ingraterra da União Européia) e a campanha de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos.

Como se proteger?
Honestamente, é preciso contar muito com a honestidade daqueles que estão no comando das empresas de tecnologia, porém nós como usuários podemos tomar alguns cuidados para não acabar nas listas de usuários por aí:

1. Faça o download dos seus dados do Facebook
Não sabia? Pois é, a rede social permite que você baixe todos os seus dados guardados ali. Assim você pode ter uma noção do tipo de informação que está disponível para eles. Vá em “configurações”, clique em “suas informações do Facebook” e depois clique em “baixar suas informações”. Fácil, né?! Ah, se você preferir apagar todos os seus dados, pode ver como fazer isso aqui.

2. Verifique a sua privacidade
Não custa nada dar uma checada em quem pode ver suas postagens e informações e em quais outros aplicativos você está conectado via Facebook. É só ir em “configurações” e clicar “privacidade”.

3. Desative o reconhecimento facial
Muita gente nem sabe que essa função existe no Facebook. A empresa afirma que a tecnologia é uma medida de segurança, mas como está um pouco difícil confiar no tio Zuckerberg é melhor não dar brecha, como dizem por aí. Clique em “configurações” e, na barra da esquerda, escolha “reconhecimeto facial”.

E aí, o que achou das nossas medidas de segurança? Tudo tem mudado muito rápido e a influência da tecnologia e nas redes socias na vida que vivemos fora delas é cada vez maior. Por isso, precisamos de empresas nessa área cada vez mais comprometidas em proteger o usuário e não tratá-lo como mercadoria. Muitos países têm criado leis em relação a isso e provavelmente essa regulamentação seja algo cada vez mais constante. O que você acha dos escândalos envolvendo o Facebook? Você acha que precisamos de mais leis para proteger o usuário?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: