Tecnologia para vestir

andres-urena-438714-unsplashNão, nós não erramos no título. O ano é 2019 e podemos, através de um relógio, mandar uma mensagem para uma mensagem para um amigo, marcar uma consulta no médico, conferir nosso batimento cardíaco, checar a agenda do dia. Estaria o futuro finalmente chegando? A descrição acima poderia facilmente ser uma descrição de um dos episódios dos Jetsons (Se você não entendeu a referência, por favor, informe-se aqui), mas é pura realidade.

Wearables são dispositivos que têm processadores próprios e podem ser usados no corpo. Relógios, pulseiras, anéis, óculos capazes de se conectarem à smartphones. Os smartwatches, por exemplo, são relógios inteligentes que conseguem – entre outras funções – registrar a distância percorrida por alguém durante uma corrida, assim como a temperatura corporal e os batimentos cardíacos.

O mercado de wearables cresceu de forma significativa em 2018. Apple e Xiaomi são as líderes absolutas (riscado) do mercado. A alta do ano retrasado para o ano passado foi de 27,5%, com mais de 172 milhões de unidades vendidas no mundo inteiro entre janeiro e dezembro de 2017. Veja a lista das empresas que mais venderam wearables em 2018:

1º Apple: 26,8% (46,2 milhões de unidades)
2° Xiaomi: 13,5% (23,3 milhões de unidades)
3° Fitbit: 8% (13,8 milhões de unidades)
4° Huawei: 6,6% (11,3 milhões de unidades)
5º Samsung: 6,2% (10,7 milhões de unidades)
6° O resto: 38,8% (66,8 milhões de unidades)

Com esse sucesso, eles são vistos não só como uma tendência futura, mas como um mercado em constante crescimento agora. A previsão é que o mesmo caminho percorrido pelos smartphones seja também percorrido pelos wearables: iniciando com um público menor e de certo poder aquisitivo, indo para o grande público em questão de poucos anos.

Os wearables não precisam necessariamente ser vestíveis, mas uma característica comum a todos eles é o fato de serem conectáveis a outros dispositivos ou à internet. Aqui nesse post do Tecmundo eles dão vários exemplos de dispositivos assim que já estão no mercado e podem tornar a nossa via um pouco mais fácil.

 

E aí, o que você acha dos wearables? Você já possui um desses? Planeja ter algo assim no futuro próximo? Conta para a gente?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: